18
2/2018

Comentários
0

  Compartilhar no LinkedIn

Claro, América Móvil, Oi e outros destaques

Eduardo Tude

 

Claro no 4T17

 

A Claro apresentou bons resultados no móvel, mas o fixo continuou apresentando crescimento negativo, impactado pela perda de assinantes de DTH. A Claro contratou para ser CEO de sua unidade de DTH, o ex-vice-presidente de marketing da Sky, de modo a tentar reverter a queda de receita neste segmento.

O crescimento da receita da Claro, na comparação do 4T17 com o 4T16, foi de:

  • +7,8%% na receita líquida de serviços móveis
  • -2,4% na receita de serviços fixos
  • 1,0% na receita total de serviços.

A receita de aparelhos apresentou queda de 11,5%, confirmando a tendência observada nas demais operadoras de reduzir a venda de aparelhos para clientes.

A margem EBITDA ultrapassou no 4T17, pela primeira vez na história recente do grupo, a marca de 30% (30,1%).

 

Resultados 2017: América Móvil

 

A receita de serviços da América Móvil cresceu 5,6% em 2017, sendo que em moeda local cresceu:

  • +32,7% na Argentina, Paraguai e Uruguai
  • +9,2% no Chile
  • +3,9% na Colômbia
  • +3,1% no Peru
  • +2,2% nos Estados Unidos
  • +1,4% na América Central
  • +1,6% na Áustria
  • +1,2% no México
  • -0,3% no Brasil
  • -7,8% no Equador
  • -6,5% no Caribe

 

Recuperação Judicial da Oi

 

A Oi em dez/17:

  • Caixa: R$ 6.881 milhões
  • Investimentos no mês: R$ 190 milhões. Os investimentos ao longo do ano totalizaram R$ 4.249 bilhões.

As ações ON da Oi apresentaram alta de 10,4% na semana e as PN de 3,6%.

 

Outros destaques

 

  • A base de aparelhos Android no Brasil tem cerca de 750 dias de vida, quase a metade da base de aparelhos da Apple (iOS) que tem cerca de 1.350 dias. (Scientia Mobile)
  • Stefano De Angelis irá  deixar de ser o CEO da TIM, segundo notícia divulgada pela Bloomberg.
  • Não apareceram candidatos para o chamamento público da posição orbital brasileira de 45ºW.
  • Existiam mais de 51,6 milhões de assinantes de FTTH/B e mais de 148 milhões de Homes Passed na Europa (39 países) em set/17 (IDATE).

 

Divulgação de resultados 2017 na próxima semana

 

  • Estamos a uma semana do MWC 2018, maior feira e congresso anual do mundo móvel, que se realiza anualmente em Barcelona. Estarei participando do evento e relatando neste Blog as minhas impressões. 5G, IoT e AI devem ser temas quentes no evento.
  • A Vivo divulga seus resultados no dia 21/02.

 

 

 

11
2/2018

Comentários
0

  Compartilhar no LinkedIn

TIM, Oi e outros destaques

Eduardo Tude

 

TIM no 4T17

 

A TIM apresentou bons resultados no trimestre e no ano, conseguindo compensar as perdas na receita de voz, com o crescimento da receita de dados.

O crescimento da receita da TIM, na comparação do 4T17 com o 4T16, foi de:

  • +6,1% na receita líquida de serviços móveis
  • +43,2% na receita de Dados/VAS, passando a representar 61,5% da receita líquida de serviços móveis da TIM.
  • -25,0% na receita de voz móvel

A margem EBITDA cresceu para 41,6%.

O conselho de administração da TIM aprovou os termos e condições de um financiamento de R$ 1,5 bilhão com o BNDES para investimentos do triênio 2017-2019.

 

Recuperação Judicial da Oi

 

  • Foi publicada no Diário Oficial a decisão da Justiça que homologa o plano de recuperação judicial da Oi. De acordo com os prazos estabelecidos no plano, os credores com mais de R$ 50 mil a receber deverão escolher entre as opções de pagamento previstas no plano até 26 de fevereiro.
  • Aconteceu no dia 7 uma Assembleia geral de acionistas convocada pela Bratel (Pharol) e que contou com a presença de 35 acionistas, que representam 34% do capital social da operadora. A Assembleia decidiu pela abertura de processo de responsabilidade contra a diretoria atual da Oi e a indicação de uma nova diretoria. No dia 8, a Justiça concedeu liminar a Oi suspendendo qualquer efeito desta assembleia.
  • A Société Mondiale diminuiu 5,28% para 3,67% sua participação no total de ações da Oi.
  • A Oi começou a depositar a última parcela da dívida que tem com pequenos credores (até R$ 50 mil).
  • As ações ON da Oi apresentaram perdas de 3,4% na semana e as PN de 4,2%.

 

Outros destaques

 

  • Os planos controle representam cerca de 20% da base de linhas de celulares no Brasil, segundo pesquisa realizada por Mobile Time em parceria com Opinion Box com 2.007 internautas que possuem telefone celular. Os planos pós-pagos representariam cerca de 57% da base do pós-pago sem M2M.
  • O presidente do Senado, Eunício Oliveira pretende distribuir o PLC 79 para as comissões temáticas do Senado. Como o projeto já passou por estas comissões, a medida pode ser encarada como uma forma de protelar a aprovação do projeto.
  • O Senado aprovou projeto que pode passar para as operadoras de telecomunicações a responsabilidade e o ônus de bloqueadores de telefonia celular em presídios. A obrigação viria nas novas outorgas ou a partir da renovação das atuais.
  • A família Veiga completou a fase de transição da Futurecom para a Informa. O evento passa a ser agora comandado por Hermano Pinto.
  • O MCTIC publicou portaria em que aprova o novo Plano Nacional de Outorgas para rádios comunitárias 2018/2019.
  • A AT&T anunciou que está avaliando fazer um IPO da DirecTV América Latina, que inclui a SKY Brasil.
  • A Telecom Itália atendeu ao governo italiano e apresentou plano para transformar seu negócio de rede fixa e banda larga em uma entidade legalmente separada, que irá atender em condições de igualdade a todos os concorrentes.
  • A Qualcomm e a fabricante chinesa USI assinaram o acordo para criar uma fábrica de semicondutores no Brasil. O acordo prevê investimentos de US$ 200 milhões distribuídos pelos próximos cinco anos.
  • A Broadcom aumentou para US$ 120 bilhões (+17%) a sua oferta pela Qualcomm. A proposta foi recusada pelo board de diretores, mas deverá ser avaliada pelos acionistas.
  • A Huawei investiu US$ 12 bilhões em P&D em 2017 e está comprometida em investir entre US $ 10 bilhões e US $ 20 bilhões por ano a partir de 2018, afirmou um dos dirigentes da empresa Ryan Ding.
  • O Uber aceitou pagar US$ 245 milhões à Waymo (Google) para dar fim à disputa em relação ao roubo de segredos industriais no desenvolvimento do carro autônomo. O pagamento foi feito em ações do Uber.
  • O Twitter apresentou pela primeira vez resultado positivo no trimeste.

 

Divulgação de resultados 2017 na próxima semana

 

  • A América Móvil ( inclui Claro) divulga seus resultados no dia 13/02.

 

 

 

4
2/2018

Comentários
0

  Compartilhar no LinkedIn

Celular, TV por Assinatura e Telefonia fixa em 2017, Oi e outros destaques

Eduardo Tude

 

Celular em 2017

 

  • A diferença do número de usus[arios de 4G em relação a 3G já era de 18,6 milhões em dezembro.
  • A Vivo liderou o crescimento do celular em 2017 com adições líquidas de 1,2 milhões de celulares. Claro (-1,1 milhão), Oi (-3,2 milhões) e TIM (-4,8 milhões) apresentaram adições líquidas negativas.
  • As perdas de 7,7 milhões no pré-pago foram maiores que as da Vivo (-2,2 milhões), Oi (-3,1 milhões) e Claro (-3,2 milhões). As perdas reduzidas da TIM em dezembro (-177 mil) são um indicador que a TIM deve apresentar perdas menores neste segmento em 2018.
  • A Vivo liderou o crescimento no pós-pago (3,4 milhões), seguida pela TIM (2,9 milhões) e Claro (2,0 milhões). A liderança no crescimento passa a ser, no entanto da TIM se forem excluídos os terminais M2M.
  • Os terminais de dados M2M cresceram 6,4% no ano, atingindo 15,1 milhões. A Vivo lidera com 41,5% de market share, seguida pela Claro (33,4%).
  • Os celulares de MVNOs cresceram 39,2% no ano.

 

TV por Assinatura em 2017

 

  • O Brasil perdeu 939 mil assinantes de TV por assinatura em 2017, mais que em 2016 (-318 mil).
  • A Oi (+205 mil) e a SKY (+110 mil) lideraram o crescimento no ano, enquanto a Claro (-832 mil) e a Vivo (-132 mil) perderam assinantes no ano.
  • A SKY apresentou um bom desempenho no ano, com crescimento de 3,3% na receita.

 

Telefonia Fixa em 2017

 

  • O Brasil perdeu 1,2 milhões de telefones fixos em 2017. As concessionárias perderam 1,1 milhão de linhas e as autorizadas 134,7 mil linhas.
  • A OI perdeu 807 mil linhas, a Vivo 280 mil e a Claro 249 mil.

 

Recuperação Judicial da Oi

 

  • A Pharol perdeu o recurso em que pedia a revisão do plano de recuperação da Oi. O Juiz manteve o plano de recuperação judicial aprovado pelos credores.
  • A Oi informou que não vai realizar a assembleia geral extraordinária de Acionistas convocada para o dia 07 de fevereiro de 2018 pela Pharol. Para a diretoria da operadora, o evento contraria a decisão judicial que homologou o plano de recuperação judicial.
  • O Ministério Público do Rio de Janeiro entrou com ação no Tribunal de Justiça do Rio de Janeiro pedindo alterações no plano de recuperação da Oi. O ponto principal seria a cláusula que trata dos débitos da empresa com a Anatel.
  • As ações ON da Oi apresentaram perdas de 6,2% na semana e as PN de 4,9%.

 

Resultados 2017

 

O crescimento da receita líquida em 2017 foi de:

  • +47,1% no Facebook
  • +30,8% na Amazon
  • +22,8% no Google
  • +18,7% na Samsung
  • +16,3% na Microsoft
  • +9,7% na  Apple
  • +8,7% na Sony
  • +3,6% na Entel
  • +3,3% na SKY Brasil
  • -0,1% na Sprint
  • -2,0% na AT&T
  • -2,5% na Nokia
  • -9,6% na Ericsson

 

Outros destaques

 

  • Ocorreu o desligamento do sinal analógico de televisão aberta na região de Curitiba (PR).
  • A Algar Telecom vai ampliar sua rede de ultra banda larga, com velocidades de até 300 Mbps, até o final de fevereiro em 11 cidades, sendo 11 em Minas e 1 em São Paulo.
  • A Telebrás executou apenas 53,5% do orçamento previsto para 2017. Foram aplicados R$ 313,6 milhões dos R$ 586,5 milhões aprovados.
  • A comissão de resolução de conflitos formada pela Anatel e Aneel determinou que a CPFL cobre da A.P. Oliveira & Cia Informática o valor de R$ 3,19 por ponto de fixação em poste.
  • A Claro Brasil irá atualizar com tecnologia fotônica o seu backbone nacional de longa distância.
  • O Conselho de Administração da Telefonica aprovou a divisão da unidade da América Latina em duas, com Argentina, Chile, Peru e Uruguai formando a divisão “Hispam Sur” e Colômbia, México, América Central, Equador e Venezuela formando a unidade “Hispam Norte”.  A divisão do Brasil permaneceu inalterada.
  • O governo dos Estados Unidos estaria analisando a possibilidade de implantar uma rede 5G própria de modo a se proteger de uma possível rede da China. Coisas de Trump. O Chairman do FCC se colocou contra esta iniciativa.
  • O serviço de streaming do HBO atingiu a marca de 5 milhões de assinantes em 2017.
  • A Fujifilm Holdings e a Xerox Corporation anunciaram que celebraram um acordo definitivo de fusão para criar a Fuji Xerox.

 

Divulgação de resultados 2017 na próxima semana

 

  • A TIM divulga seus resultados no dia 5/02

 

 

 

Eduardo Tude

Presidente e sócio da empresa de consultoria Teleco, atua desde 2002 como analista do mercado de Telecom, coordenando projetos de consultoria, publicando artigos semanais, preparando relatórios setoriais e apresentando workshops.

Engenheiro de Telecom (IME 78) e Mestre em Telecom (INPE 81) é membro da Comissão julgadora do Global Mobile Awards do Mobile World Congress em Barcelona e atuou como professor especialista visitante da Unicamp (2013).

Ocupou várias posições de Direção em empresas de Telecom em áreas como Sistemas Celulares (Ericsson), Redes Ópticas (Pegasus Telecom) e Satélites (INPE).

Histórico

2018

2017

2016

2015

2014

2013

2012

2011

2010

2009

2008

2007

2006

Produtos Teleco

Inteligência em Telecom

Estudos e Base de Dados

Relatórios

Telecom no Brasil 2017

 

Venda de Planilhas

Dados históricos do Mercado Brasileiro

Workshops

Market Update
27/Março

Regulamentação

Internet das Coisas

Mais Produtos