Seção: Comentários Teleco

06/11/05 


A. Latina: América Móvil (Claro) cresce mais que a Telefonica Móviles

 

A América Móvil (controladora da Claro) e a Telefonica Móviles (Vivo no Brasil e Movistar nos demais países) são as duas maiores operadoras da América Latina, controlando mais de 70% dos celulares da região (Mais detalhes).

 

 

No 3º trimestre de 2005, a América Móvil, com adições líquidas de 6,3 milhões de celulares, apresentou um crescimento maior na América Latina que a Telefonica Móviles (3,1% e 1,9 milhões de adições líquidas).

 

3T05
América Móvil
Telefonica Móviles
Milhares
Celulares*
Cresc.
M EBITDA
Celulares*
Cresc.
M EBITDA
México
33.572
4,0%
47,2%
5.977
2,2%
(17,7%)
A. Central
3.478
12,0%
52,9%
2.397
4,0%
31,5%
Brasil
17.401
7,4%
-2,0%
28.841
1,4%
28,9%
Chile
1.792
2,2%
N.D.
5.230
-0,5%
39,0%
Colômbia
11.334
23,5%
18%
5.171
8,7%
22,9%
Equador
3.546
15,7%
24,6%
1.622
-2,0%
24,3%
Peru
1.597
9,8%
N.D
3.127
4,7%
32,6%
Argentina
5.555
13,0%
13,0%
7.209
10,4%
21,5%
Paraguai
139
14,9%
-
-
-
Uruguai
111
60,9%
322
15,6%
11,8%
Venezuela
-
-
-
4.733
2,1%
42,7%
Total
78.525
8,8%
32,2%
64.629
3,1%
26,2%

*Nº total de celulares das operadoras, independentemente da participação societária.

Nota: As margens EBitda das duas operadoras devem ser comparadas com cuidado pois foram calculadas utilizandos padrões contábeis diferentes (Mexicano e IFRS).

 

A América Móvil do empresário mexicano Carlos Slim, consolidou no 3T05 sua vantagem nesta disputa pela América Latina:

  • A América Móvil terminou o 3T05 com 78,5 milhões de celulares contra 64,6 milhões da Telefonica Móviles. Considerando-se o critério de proporcionalidade no controle das operadoras o número de celulares da Telefonica cai para 50,2 milhões, uma vez que ela controla apenas 50% da Vivo no Brasil.
  • A América Móvil cresceu mais que a Telefonica em todos as regiões onde as 2 operadoras estão presentes, destacando-se a Colômbia onde a América móvil apresentou adições líquidas de 2,2 milhões de celulares e a Telefonica Móviles 414 mil celulares.
  • A América Móvil apresentou uma Margem EBITDA de 32,2%, superior à da Telefonica Móviles na América Latina que foi de 26,2%.

A vantagem da América Móvil sustenta-se principalmente pela sua posição no mercado mexicano onde detém 78% de market share e onde apresentou uma margem EBITDA de 47,2%. No Brasil a Claro, que perdeu em 2005 a 2ª posição para a Tim, vem apresentando Margem EBITDA negativa há quase 2 anos.

 

A Telefonica Móviles apresenta comportamento oposto. É líder no mercado brasileiro, apesar de estar perdendo Market Share (Mais detalhes). Já no mercado mexicano onde é a 2ª operadora com 14% de market share vem apresentando Margem EBITDA negativa há mais de 2 anos.

 

Diante deste quadro pergunta-se:

  • O baixo crescimento apresentado pela Telefonica Móviles é um indicador de que ela não pretende disputar a 1ª colocação com a América Móvil?
  • A disputa pelo 1º lugar na América Latina justifica operações que privelegiam a conquista de mercado, mesmo com baixa rentabilidade, como é o caso da Claro no Brasil e a Movistar (Telefonica Móviles) no México?
  • Considerando essa disputa na América latina para quem seria mais importante a compra da Telemig Celular? Vivo ou Claro? O interesse da Claro diminuiu com o início de sua operação em Minas Gerais?
  • Com a Tim vendendo suas operações na Região e concentrando-se no Brasil e Argentina, existe espaço para uma 3ª grande operadora na América Latina?

Comente!

Para enviar sua opinião para publicação como comentário a esta matéria para nosso site, clique aqui!

 

Nota: As informações expressadas nos artigos publicados nesta seção são de responsabilidade exclusiva do autor.

 

 

Loading

EVENTOS

Mais Eventos

 

 


Siga o Teleco

linkedin

 

...