Seção: Comentários Teleco

 06/02/05


Nokia e Motorola na liderança mundial dos fornecedores de Telecom

 

O ano de 2005 foi bom para os principais fornecedores de telecomunicações, consolidando o cenário de recuperação da queda de receita, observada em 2002 e 2003, após a explosão da bolha da Internet e das Telecomunicações. (Consulte comentário do Teleco).

 

Nokia e Motorola mantiveram a liderança mundial em Receita Líquida em Telecomunicações como apresentado na figura a seguir. A queda de receita apresentada pela Siemens deve-se ao fato de, em 2005, não estar computada a receita de sua área de telefones celulares, vendida para a BenQ.

 

Nota: Receita em telecomunicações do fornecedor no ano fiscal adotado por ele: Cisco (Julho), Lucent e Siemens (Setembro), Nec (Março) e dezembro para os demais. Receitas da Nortel e Nec em 2005 são estimativas do Teleco, bem como as conversões para US$ de valores reportados em outras moedas.

 

A Nokia é a líder de mercado com uma Receita Líquida de US$ 41 Bilhões em 2005 distribuída geograficamente da seguinte forma: Europa (42%), Ásia/Pacífico (18%), Oriente Médio/África (13%), China (11%), América do Norte (8%) e América Latina (8%). A Motorola ocupa a 2ª posição com US$ 37 Bilhões de Receita Líquida em 2005.

 

Telefones celulares representam 60% da receita da Nokia e 58% da receita da Motorola. Em 2005 foram vendidos (vendor shipments) 813 milhões de telefones celulares, sendo 32,6% pela Nokia, 18% pela Motorola, 12,7% pela Samsung, 6,8% pela LG , 6,3% pela Sony Ericsson e 4,7% pela BenQ-Siemens (Fonte ISuppli).

 

A receita da Cisco é proveniente na sua maior parte de redes IP, sendo a líder mundial em roteadores e switches. Já na Ericsson a infraestrutura para redes móveis representou 79% de sua receita em 2005.

 

Nec, Siemens, Alcatel, Nortel e Lucent apresentam uma divisão de receita mais equilibrada entre as áreas de celular, telefonia fixa e redes de dados.

 

Diante deste quadro é possível apresentar os seguintes comentários:

  • Com o aumento da sofisticação dos terminais a receita gerada por este segmento ganha cada vez mais importância. Trata-se no entanto de um mercado mais próximo ao de eletrônica de consumo, diferente do mercado de infraestrutura de redes em que os fabricantes tradicionais estão acostumados a atuar. Neste mercado a escala é fundamental e ele acaba sendo rentável apenas para os líderes de mercado. Estes são alguns dos motivos que fizeram com que Ericsson e Siemens abandonassem uma atuação direta neste mercado. Embora os telefones celulares sejam a face mais visível do mercado de terminais, estes comentários são válidos também para terminais de outros tipos de redes de dados.
  • Os fornecedores de infraestrutura de redes estão procurando aumentar seu escopo de atuação junto às operadoras fornecendo, além dos equipamentos e sistemas, serviços de operação e manutenção. Os serviços representaram 17,5% da receita da Ericsson e 23% da receita da Lucent em 2005.
  • Estes fornecedores vem sendo também ameaçados pelos fornecedores asiáticos quem tem praticado uma estratégia de preços mais baixos. No segmento de infraestrutura destacam-se a Huawei e a ZTE que em 2004 apresentaram uma receita US$ 3,8 Bilhões e de US$ 2,8 Bilhões respectivamente.

No Brasil, a Abinee estima em R$ 17 Bilhões (US$ 7,5 Bilhões) o faturamento da industria de telecomunicações em 2005, o que representa um crescimento de 30% em relação a 2004 (Mais detalhes). Este valor é 3,9% da Receita Mundial dos 9 fornecedores analisados neste comentário. Todos os fornecedores mencionados estão presentes no Brasil.

 

Diante deste quadro pergunta-se:

  • As vendas de equipamentos de telecomunicações continuará crescendo em 2006? Em que segmentos?
  • Qual o papel reservado para o Brasil na cadeia de produção destes fornecedores globais?
  • Que novas tecnologias podem afetar este cenário? TV Digital, 3G, Wimax?

Comente!

Para enviar sua opinião para publicação como comentário a esta matéria para nosso site, clique aqui!

 

Nota: As informações expressadas nos artigos publicados nesta seção são de responsabilidade exclusiva do autor.

 

 

Loading

EVENTOS

Mais Eventos

 

 


Siga o Teleco

linkedin

 

...