Seção: Comentários Teleco

 09/04/06


Celulares investem mais e lucram menos

 

As operadoras de telefonia fixa e celular investiram R$ 14 Bilhões em 2005.

 

A implantação das novas redes GSM e a migração do TDMA para o GSM e o CDMA implicaram em pesados investimentos das operadoras de celular nos últimos três anos. Os investimentos das operadoras de celular superaram o das fixas neste período.

 

 

 

As operadoras de celular investiram R$ 10 Bilhões em 2004 e R$ 8 Bilhões em 2005. A Tim com R$ 2,5 Bilhões e a Vivo com R$ 2,2 Bilhões foram as operadoras operadoras que mais investiram em 2005.

 

O investimento das operadoras de celular em 2006 deve ser inferior ao de 2005, concentrando-se na expansão e melhoria da cobertura e sistemas de TI. A Tim anunciou que irá investir US$ 700 milhões em 2006. As implantação das redes de 3ª Geração (3G), em 2007/2008, representarão um novo ciclo de investimentos das operadoras de celular.

 

Telefonia fixa

 

Os investimentos em telefonia fixa de cada uma das principais concessionárias em 2005 foi da ordem de R$ 1,5 Bilhões.

 

2005
Investimentos (R$ milhões)
% Investimento em Dados
Telemar
1.562
N.D.
BrT
1.537
27%
Telefônica
1.637
15%
Embratel
1.427
27%

 

Comunicação de Dados, inclusive acessos banda larga ADSL, representam uma parcela importante dos investimentos das operadoras de telefonia fixa. A receita de dados é uma parcela cada vez maior da receita bruta das operadoras.

 

 

Os investimentos das operadoras de telefonia fixa devem-se manter em 2006 no mesmo patamar dos anos anteriores, em cerca de R$ 5 Bilhões.

 

Retorno dos Investimentos

 

Os investimentos feitos pelas operadoras de telefonia fixa e celular foram eficazes? Qual o retorno destes investimentos?

 

Um indicador para medir o retorno destes investimentos é o lucro que as operadoras obtiveram nos últimos 3 anos.

 

 

O resultado das operadoras de telefonia fixa é positivo, sendo o maior o da Telefonica, que tem a sua operação de celular em outra empresa (Vivo). Telemar e BrT, em cujos resultados estão incluídos a Oi e a BrT GSM, apresentam lucros menores. As operadoras de celular (Vivo e Tim) apresentam resultados negativos. A Claro não divulgou seu lucro.

 

As mudanças tecnológicas tem obrigado as operadoras de celular a investir pesadamente nas suas redes, muitas vezes antes de ter recuperado os investimentos feitos. Esta é a situação em que se encontram muitas operadoras no Brasil diante da implantação do 3G. Devido à competição, deixar de implantar uma nova geração de tecnologia pode significar perda de mercado e dos investimentos feitos.

 

Diante deste quadro pergunta-se:

  • Os investimentos feitos pelas operadoras de telefonia fixa e celular no Brasil foram eficazes?
  • Quanto as operadoras de telefonia fixa e celular irão investir em 2006?
  • O patamar atual de investimentos das operadoras fixas e celulares representa um mercado com tamanho suficiente para suportar o número atual de fornecedores?
  • As operadoras de celular no Brasil irão investir em 3G em 2007/2008? Ou vão partir para o chamado 4G?
  • Os operadores móveis virtuais (MVNO) podem ajudar as atuais operadoras a obterem um retorno maior dos seus investimentos?

Comente!

Para enviar sua opinião para publicação como comentário a esta matéria para nosso site, clique aqui!

 

Nota: As informações expressadas nos artigos publicados nesta seção são de responsabilidade exclusiva do autor.

 

 

Loading
CONSULTORIA TELECO

Inteligência em Telecom

Estudos e Base de Dados

Relatórios

Celular Brasil 2016

Telecom e Capex

Venda de Planilhas

Dados históricos do Mercado Brasileiro

Workshops

Internet das Coisas
27 de Junho

Market Update

Regulamentação

Mais Produtos

 
 

EVENTOS

Mais Eventos




LIVROS

 

 

 


Siga o Teleco

linkedin

 

...