Seção: Comentários Teleco

01/04/2007


Por que o Celular está crescendo mais na Argentina que no Brasil?

 

Brasil e Argentina são os dois maiores mercados de celular da América do Sul. O Brasil tem uma população quase 5 vezes maior que a da Argentina e terminou 2006 com 3 vezes mais celulares.

 

-
Brasil
Argentina
POP
187.665
38.971
PIB per capita (US$)*
5.176
5.745
Celulares
99.919
31.510
Pré-pago
80,64%
91,3%
Densidade
53,24
80,86

* Fonte: FMI.

 

Apesar dos dois países apresentarem PIB per capita semelhantes a densidade de celulares na Argentina no final de 2006 era 50% maior que a do Brasil.

 

 

A Argentina ultrapassou o Brasil em densidade em 2004 e vem apresentando taxas mais altas de crescimento.

 

 

O crescimento da Argentina em 2004/2005 deve-se em grande parte à recuperação ocorrida após à crise econômica por que passou o país. Este crescimento continuou, no entanto, em ritmo maior do que o do Brasil em 2006. Em Jan-Fev/07 a Argentina com adições líquidas de 1.793 mil celulares superou o Brasil que apresentou 1.268 mil celulares de adições líquidas. Consulte O Celular no Brasil está crescendo pouco por causa da Vivo?

 

 

Esta diferença de crescimento entre os dois países ocorre apesar de Telefonica, América Móvil e Telecom Italia controlarem as 3 maiores operadoras de celular nestes países.

 

 

-
Argentina
Brasil
Telefonica
América Móvil
Telecom Italia

 

A Telefonica é o grupo líder nos dois países. Na Argentina ela assumiu a liderança em 2004 após ter adquirido a operadora da Bell South neste país. A Movistar cresceu 34,4% em 2006 enquanto a Vivo apresentou crescimento de -2,5 % em 2006.

 

A CTI é a operadora que apresentou maior crescimento em 2006 na Argentina (52%). A Claro cresceu 28% em 2006. A CTI ultrapassou a personal em 2004, enquanto a Claro foi ultrapassada pela Tim neste mesmo ano.

 

A Tim, que disputa a liderança do mercado brasileiro, cresceu 26% em 2006, enquanto a Personal que ocupa a 3ª posição no mercado Argentino cresceu 37%.

 

América Móvil (CTI e Claro) e Telecom Italia (Tim e Personal) controlam as operados que mais cresceram em 2006 na Argentina e no Brasil. Esta operadoras apresentam, no entanto, indicadores diferentes para os dois países.

 

-
Margem EBITDA
ARPU R$
MOU
Pré-pago
Claro
13,3%
28,0
72
83%
CTI
19,3%
23,3
135
90%
Tim
24,6%
37,0
95
79%
Personal
22,0%
28,3
94
66%

Nota: margem Ebitda em 2006 e demais indicadores para o 4T06.

 

A Claro apresenta ARPU maior que a CTI, mas esta apresenta MOU e margem EBITDA maiores.

 

Um dos grandes impulsionadores do crescimento do celular na Argentina é o preço do minuto do pré-pago. O preço por minuto da recarga varia de R$ 0,30 a R$ 0,48 conforme o valor do cartão, enquanto que no Brasil o preço do minuto do pré-pago está próximo dos R$ 1,00.

 

A TIM supera a Personal em todos os indicadores, exceto em percentual de pré-pago. A Personal vem crescendo menos que a CTI justamente no segmento pré-pago por apresentar preços para o minuto mais próximos aos encontrados no Brasil.

 

Diante deste quadro pergunta-se:

  • Por que o celular está crescendo mais na Argentina do que no Brasil?
  • Se a Claro reduzisse o preço do minuto do pré-pago ela poderia assumir a liderança em market share no Brasil?
  • O preço do VUM (interconexão) é um impecilho para que os preços baixem?

Comente!

Para enviar sua opinião para publicação como comentário a esta matéria para nosso site, clique aqui!

 

Nota: As informações expressadas nos artigos publicados nesta seção são de responsabilidade exclusiva do autor.

 

 

Workshop

 

 

Loading
CONSULTORIA TELECO

Inteligência em Telecom

Estudos e Base de Dados

Relatórios

Celular Brasil 2016

Telecom e Capex

Venda de Planilhas

Dados históricos do Mercado Brasileiro

Workshops

Market Update 2017

04 de Abril

Regulamentação de Telecom

Mais Produtos

 
 

EVENTOS

Workshop Teleco Market Update 2017

Organizador: Teleco
4 de abril

IoT BRASIL SUMMIT 2017

Organizador: Telesemana/Teleco
5 de abril

Mais Eventos

LIVROS

 




 

 


Siga o Teleco

linkedin

 

...