Seção: Comentários Teleco

04/11/07


As transformações do mercado de equipamentos de Telecomunicações

Apresenta-se a seguir o ranking por receita dos principais fornecedores de equipamentos de telecomunicações no mundo em 1998 e 2006.

 

 

Uma análise deste quadro mostra que aqueles que ocupavam as 4 primeiras posições do ranking em 2006 foram os que conseguiram aproveitar melhor as transformações ocorridas neste mercado nos últimos anos:

  • Nokia e Motorola passaram a ocupar as 2 primeiras posições graças ao crescimento do mercado de telefones celulares. Estas 2 empresas, juntamente com Samsung, Sony-Ericsson e LG foram responsáveis por 80,6% dos telefones celulares vendidos no mundo em 2006. (Mais detalhes).
  • A Ericsson concentrou a sua atuação em redes de celular que passaram a representar mais de 90% da sua receita.
  • A Cisco é a principal fornecedora de equipamentos para redes de IP. Roteadores e Switches representaram 70% da receita de produtos da Cisco em 2006.

Alcatel, Lucent e Nortel foram as que mais perderam receita no período.

 

Os fornecedores de equipamentos de telecomunicações estão sob uma pressão crescente de seus principais clientes (as operadoras) que querem reduzir os seus custos.

 

O poder de compra das operadoras aumentou com a sua consolidação em grandes grupos, com o aumento do grau de comoditização das soluções e com a entrada de novos fornecedores asiáticos no mercado como a Huawei e ZTE.

 

Este processo levou a fusões como a da Alcatel com a Lucent e a da Nokia com a Siemens formando a Nokia Siemens Networks a partir do 2º trimestre de 2007 (2T07).

 

As fusões são necessárias também por que estes fornecedores têm de investir continuamente em pesquisa e desenvolvimento. A Ericsson, por exemplo, investiu U$ 3 bilhões nos primeiros 9 meses de 2007. A Ericsson aposta o seu futuro na evolução da tecnologia 3G com padrões como o LTE. Outros fornecedores, como a Nortel apostam em novas tecnologias como o Wimax para ganhar terreno. Parte deste investimento vai para a aquisição de empresas que dominam novas tecnologias. O crescimento da Cisco, por exemplo, foi pautado na aquisição de empresas.

 

Este quadro parece não ter ainda se estabilizado. Os resultados para os primeiros 9 meses de 2007 apontam para um crescimento da Cisco que assume a 2ª colocação.

 

Receita líquida total em 2007

 

Jan-Set/07
US$ bilhões
Nokia
47,1
Cisco*
26,7
Motorola
22,9
Ericsson
19,1
Alcatel Lucent
16,7

*Out/06 a Jul/07

 

 

Receita sem telefones celulares

 
Receita de Telefones Celulares
Jan-Set/07
US$ bilhões
Jan-Set/07
US$ bilhões
Cisco*
26,7
  Nokia
35,4
Ericsson
19,1
  Motorola
14,2
Alcatel Lucent
16,7
  Samsung
14,2
Nokia Siemens**
13,3
  Sony Ericsson
12,2
Motorola
8,0
  LG
7,7

*Out/06 a Jul/07; ** inclui resultados da Siemens no 1T07

 

Para sobreviver neste cenário estes fornecedores procuram desenvolver com as operadoras uma relação de parceria que vá além da simples venda de equipamentos.

 

Eles praticam margens menores no momento de conquistar novos contratos e procuram recuperar a margem no período em que ocorrem os upgrades e expansões.

 

Tipo de pedido Descrição Margens
Upgrades Upgrades da base instalada.
Ciclo curto de pedidos
Mais altas
Expansões Expansões da base instalada.
Pequenos projetos
Médias
Novos contratos
(Rollouts de redes)
Implantação de uma nova rede.
Licitação, projetos longos.
Menores

Fonte: Ericsson

 

A receita com implantação de novas redes na Ericsson, por exemplo, tem variado entre 10 e 14% da sua receita com equipamentos.

 

Uma outra estratégia destas empresas é aumentar a sua receita no segmento de serviços. Elas representam cerca de 15% da receita da Ericsson e 17% da Alcatel-Lucent.

 

Este quadro se repete no Brasil, com o agravante de que as inovações tecnológicas acabam sendo introduzidas com certo atraso, o que estimula a comoditização. O exemplo mais recente é a introdução da 3G.

 

 

Diante deste quadro pergunta-se:

  • Quem serão os principais fornecedores de Telecom daqui a 10 anos?
  • As fusões vão continuar?
  • Qual o espaço para empresas nacionais neste mercado? Trópico e Padtec são exceções?
  • Como atrair P&D dos grandes fornecedores para o Brasil?

Comente!

Para enviar sua opinião para publicação como comentário a esta matéria para nosso site, clique aqui!

 

Nota: As informações expressadas nos artigos publicados nesta seção são de responsabilidade exclusiva do autor.

 

 

Workshop Celular Market Update

 

 

Loading
CONSULTORIA TELECO

Inteligência em Telecom

Estudos e Base de Dados

Relatórios

Celular Brasil 2016

Telecom e Capex

Venda de Planilhas

Dados históricos do Mercado Brasileiro

Workshops

Market Update

04 de Abril

Regulamentação de Telecom

Mais Produtos

 
 

EVENTOS

Workshop Teleco Market Update 2016

Organizador: Teleco
4 de abril

IoT BRASIL SUMMIT 2017

Organizador: Telesemana/Teleco
5 de abril

Mais Eventos

LIVROS

 




 

 


Siga o Teleco

linkedin

 

...