Seção: Comentários Teleco

22/03/2009


Redução da base de celulares da Tim afeta crescimento do celular no Brasil

 

O Brasil terminou Fev/09 com 152,4 milhões de celulares e uma densidade de 79,94 cel/100 hab.. A marca de 80 cel/100 hab. só não foi ultrapassada em Fev/09 devido ao baixo crescimento no mês.

 

As adições líquidas de 416 mil celulares de Fev/09 foram bem inferiores aos 1.265 mil celulares de Fev/08.

 

No acumulado do ano (Jan-Fev/09) as adições líquidas de 1.724 mil celulares foram 45% menores que as de Jan-Fev/08.

 

 

A responsável pelo baixo crescimento do celular no Brasil neste início de 2009 não parece ser, no entanto a crise financeira global, mas o desempenho da Tim que apresentou adições líquidas negativas de 823 mil celulares em Fev/09, -686 mil celulares no acumulado do ano. A Tim está com uma nova diretoria e vem passando por uma reestruturação institucional que envolve um reposicionamento da marca, novo portfólio de ofertas e um foco maior em aumentar a receita e a rentabilidade (mais detalhes).

 

Todas as indicações são de que a Tim está fazendo uma limpeza de sua base de clientes eliminando não só os celulares pré-pagos inativos, como também os pós-pagos inadimplentes, a exemplo do que ocorreu com a Vivo em 2006 que promoveu uma limpeza em sua base, dando baixa em cerca de 2 milhões celulares. A perda de 249 mil celulares pós-pagos no 4T08 estaria relacionada a este processo.

 

Limpar a base de celulares, eliminando inativos e inadimplentes, tem como inconveniência para as operadoras a redução da sua quantidade de celulares e seu market share. Melhora, no entanto, o seu ARPU (calculado para uma base menor de celulares) e reduz as despesas com o pagamento de taxas de fiscalização (Fistel).

 

 

As operadoras possuem um processo contínuo de limpeza de base, mas quando este processo não é eficiente, vem a necessidade de uma limpeza mais abrangente como parece estar ocorrendo com a Tim agora e que ocorreu com a Vivo em 2006. A expectativa é de que a Tim retome o seu ritmo de crescimento agora em Mar/09. Esta limpeza colocou, no entanto, a Tim mais distante da Claro e diminui sua vantagem em relação à Oi/BrT.

 

 

 

 

 

 

Diante deste cenário pergunta-se:

  • Pode-se atribuir à limpeza de base o crescimento negativo da Tim em Fev/09?
  • As outras operadoras irão também promover uma limpeza de sua base de celulares?
  • A crise já está sendo sentida no crescimento do celular no Brasil?
  • As operadoras deveriam utilizar critério único para a contagem de clientes?
  • A Oi/ BrT vai ameaçar a 3ª posição em market share ocupada pela Tim?

Comente.

 

Para enviar um comentário clique em: teleco@teleco.com.br

 

 

Comentários dos leitores do Teleco

 

 

Comentário de Flavio Nascimento

 

Creio que todas as operadoras tem esse "Assets" em sua base de clientes. Provavelmente a Vivo como a Claro também tenham números expressivos, porém não divulgados.

 

Uma coisa bem importante é que nesse cenário econômico seja necessário revisar seus prejuízos e nesse sentido no geral deve ( na pratica ja deveria) sofrer novas ações, revisões.

 

A crise afeta todos os setores, mas no caso das teles um setor que tem investimentos claros e expressivos principalmente no brasil ainda é um setor que mesmo com menores vendas sempre tem uma tendência de crescimento.

 

Além disso em São Paulo alguns acontecimentos acirram a briga pelas operadoras como a portabilidade, novas tecnologias, pacotes para empresas. Informação divulgada no fantástico ja reflete que cada brasileiro tem um celular, portanto vejo que a economia fica na mão das próprias empresas.

 

Dificilmente vc vai a um shoping e vê uma loja de celular da operadora vazia, alias estão sempre cheias.

Eu acho que falta estratégia como também tem um grande mercado para os pacotes pós que hoje giram em torno dos 17%.

 

A cerca de um mês estou negociando com a Vivo,Tim,Claro e Oi, e por incrível que pareça a Tim foi quem me ofereceu o melhor pacote oferecendo até os aparelhos em troca de um plano amarrado a operadora por 14 meses.De contra partida, a Oi tem pacotes muito atrativos, mas vc paga pelo aparelho.

 

O que percebo nesse momento é que após a liberação da portabilidade que ja atingiu cerca de 450 mil trocas de operadoras é que todas elas estão esperando ou copiando o que será proposto pela opção da troca.Analisando algumas propostas cheguei a conclusão que eles estão utilizando o mesmo resultado com métodos diferentes.

De que adianta a operadora te dar 20 minutos por dia se a outra operadora te dá por mes o mesmo valor multiplicado por 30 ?

 

São estratégias assim que fazem com que o setor não alavanque.

Mesmo em todo esse cenário a Oi apostou em entrar em SP, por mais que sua rede ainda esteja em implementação já estão icomodando as concorrentes, porque teríamos um cenário com prejuizo se as bandas e novas operadoras se oferecem a entrar nesse mercado ?

 

Sem dúvida o critério um critério único facilitaria um entendimento geral dessas apurações.

Creio que a portabilidade deve fazer com que esse processo tenha uma forte tendencia a unificar facilitando esses números.

 

Não sou defensor de nenhuma das operadoras até porque eu tenho Vivo mesmo insatisfeito ainda não consegui escolher alguem com que me oferecesse uma troca que realmente fosse valer a pena, ainda sinto que eles não querem clientes querem apenas aumentar sua base de números.

 

A OI/brt sem dúvida é a que tem melhor estratégia em massa, sua entrada em SP atrapalhou os concorrentes, mesmo com toda aquela questão e comerciais de ser livre vc esbarra em alguns pacotes que são iguais as concorrentes. Mas a Tim tem grandes atrativos e recentemente vem com grandes promoções para seus clientes mesmo assim vai precisar melhorar suas estratégias e pacotes para não ser ultrapassada pela concorrente.


 

Loading
CONSULTORIA TELECO

Inteligência em Telecom

Estudos e Base de Dados

Relatórios

Celular Brasil 2016

Telecom e Capex

Venda de Planilhas

Dados históricos do Mercado Brasileiro

Workshops

Market Update

04 de Abril

Regulamentação de Telecom

Mais Produtos

 
 

EVENTOS

Workshop Teleco Market Update 2016

Organizador: Teleco
4 de abril

IoT BRASIL SUMMIT 2017

Organizador: Telesemana/Teleco
5 de abril

Mais Eventos

LIVROS

 




 

 


Siga o Teleco

linkedin

 

...