Seção: Comentários Teleco

 21/11/2009


O que a Vivo está fazendo para superar as demais operadoras em adições líquidas?

 

A Vivo, que liderou o crescimento do celular no 3T09 (mais detalhes), confirmou em outubro esta liderança com adições líquidas 51% maior que as apresentadas pela 2ª colocada (Claro).

 

Com estes resultados, a Vivo está conseguindo inverter uma tendência histórica de perda de market share, tendo ganho 0,13 pontos percentuais nos dois últimos meses.

 

O que a Vivo está fazendo para superar as demais operadoras em adições líquidas?

 

A receita da Vivo parece simples.

 

A Vivo vem focando há muito tempo em qualidade. Em Out/09 ela atendeu a 100% das metas de qualidade acompanhadas pela Anatel.

 

 

 

 

A Vivo tem apresentado também um índice de reclamações na Anatel menor que Oi, Claro e Tim (mais detalhes).

 

Como consequência, a Vivo apresentou no 3T09 um churn mensal menor que as demais operadoras.

 

milhares
3T09
Out/09
Churn mensal
Cancelamentos*
adições líquidas
adições brutas
Vivo
2,5%
1.221
734
1.955
Claro
2,9%
1.226
484
1.710
TIM
3,6%
1.426
269
1.694
Oi
3,8%
1.323
424
1.748

* estimados considerando-se em Out/09 o mesmo churn mensal do 3T09.

 

Um churn menor significa uma quantidade menor de cancelamentos no mês, o que contribui para aumentar as adições líquidas (diferença entre adições brutas e cancelamentos).

 

A Vivo liderou em adições líquidas na Região I e ficou em 2º lugar nas outras 2 regiões.

 

 

Out/09
Região I
Região II
Região III
Brasil
Vivo
417
105
211
734
Claro
218
157
109
484
Oi
75
24
326
424
TIM
191
52
25
269

 

 

O bom resultado da Vivo na Região I foi puxado principalmente pelo bom desempenho apresentado em Minas Gerais, onde ela obteve adições líquidas de 223 mil celulares em Out/09. Nos últimos 5 meses a Vivo obteve uma média de 79% das adições líquidas mensais no estado.

 

A Claro, que foi a 2ª colocada em adições líquidas no 3T09, manteve esta colocação em Out/09. A Oi manteve o comportamento dos meses anteriores liderando o crescimento em São Paulo (região III) e apresentando baixo crescimento nas outras regiões. Já a Tim, apresentou uma queda nas suas adições líquidas, principalmente nas regiões II e III.

 

A Oi continua liderando em adições líquidas acumuladas no ano com 5,2 milhões de celulares, seguida pela Vivo com 4,6 milhões.

 

 

Diante deste quadro pergunta-se:

  • Quem irá liderar o crescimento no 4T09?
  • A Vivo conseguirá ultrapassar a Oi em adições líquidas em 2009?
  • Até quando a Oi continuará liderando o crescimento do celular em São Paulo?
  • Por que a Tim apresentou baixo crescimento em outubro?
  • Como o atingimento das metas e qualidade afetam o desempenho das operadoras?

 

Comente!

Para enviar sua opinião para publicação como comentário a esta matéria para nosso site, clique aqui!

 

Nota: As informações expressadas nos artigos publicados nesta seção são de responsabilidade exclusiva do autor.

 

 

Comentário de Rodrigo Castro

Apesar de ter passado por um momento dificil no inicio da operação no NE a VIVO começa a se estabilzar também na região e vai com certeza puxar também seu crescimento no 4T09! O forte investimento na rede 3G vai fazer a diferença!

 

 

Comentário de Bruno Cardoso

Acredito que a liderança da Vivo em adições líquidas por que entendeu que o mercado brasileiro de telefonia móvel está perto da saturação, de acordo com o próprio Teleco em 168 milhões de usuários. O grande diferencial e desafio das operadoras que buscam a liderança de mercado será a qualidade, fator que faz com que ela ganhe em adições e mantenha seus clientes, por estarem satisfeitos com o serviço e atendimento.

 

A Claro, que hoje é a grande rival da Vivo pela busca da liderança parece que também entendeu este fator e por isso teve em outubro um pulo nas metas de qualidade. Quem agregar melhor qualidade, preço e bom atendimento irá se sagrar como vencedora.

 

Porém, padrões de crescimento não podem mortalizar as receitas. Até que ponto Vivo e Tim no mercado pré-pago irão fazer isso? Será que a busca pela liedrança deverá vir acompanhada de uma política de crescimento tão agressivo as farão em breve ter dificuldade para equilibrar as receitas?

 

Neste sentido para mim, a Claro está na frente. Apesar de uma política de crescimento agressivo, a operadora está equilibrada nas receitas, mantendo o crescimento estável e contínuo. Já a Vivo vinha perdendo em Market Share e equilibrou e neste e retomou o crescimento em outubro. O tempo responderá quem será o novo líder telecom móvel do Brasil.

 

 

Comentário de Ado Alves Q. Sá

A Vivo sempre focou na qualidade dos seus serviços, agora só esta colhendo os resultados atraves do reconhecimeto dos clientes. Parabéns a todos da VIVO.

 

 

Comentário de Daniel William Duarte

Já trabalhei a serviço da VIVO como promotor de vendas e o que eles tem feito é muito simples, estão soltando uma quantidade absurda de chip na mão dos promotores para os mesmo ativarem tudo. Isso sem duvida gera um numero maior de altas porem não verdadeiras.

 

 

Comentário de Sidinéia Alves de Oliveira

Provavelmente a Oi é forte candidata para liderar o 4Q09. A Vivo não conseguira ultrapassar a Oi em adições líquidas em 2009, uma vez que a Oi está tendo uma grande adesão na região III que tende a crescer ainda mais até o final do ano. A Tim tem apresentado baixo crescimento sem dúvidas devido a entrada da Oi na Região III.

 

 

Comentário de André Roncon

Acredito também que a Vivo vem superando as demais porque o sinal dela em relação as demais é o melhor, ao contrário do da Claro que vem substituindo suas antenas GSM por 3G ficando na maiorias dos lugares em emergência, isto é, quando tem sinal... Espero que a Vivo não desligue as delas também, pois de nada adianta cobrir um santo e descobrir outro..

 

 

Comentário de Jefferson Gonçales

NÃO IMPORTA SE A VIVO DA CHIP OU NÃO o que importa é que ela é a pioneira aqui no Brasil é a MELHOR em sinal e concerteza irá superar todas as espectativas em relação as essas operadorazinhas ralés aí.

 

 

Comentário de Leonardo Alves

Acredito na manutenção do crescimento da Vivo no 4T09 e na consolidação da liderança.

 

Apostando em políticas de melhoria na qualidade da relação com clientes e consumidores, a Vivo já é reconhecida pelo mercado como referência na prestação de seviço móvel pessoal. Esse reconhecimento se reflete nos índices medidos pela Anatel, onde a Vivo vem se destacando e por consequencia apresentou retração no seu churn.

 

Nessa reta final de 2009, a Vivo sai na frente das demais concorrentes, e tende a liderar esse jogo por um longo tempo. Visto que, é a que tem apresentado a melhor estratégia: O cliente em primeiro Lugar!!!!!!!

 

 

Comentário de Francisco Antonio de Oliveira Silva

A VIVO tem se destacado na telefonia móvel pela qualidade do sinal que tem apresentado ao consumidor dentre esses cinco anos de existência. Procurando semppre satisfazer o cliente de maneira simples e direta com seus serviços mantendo a liderança e precupando-se com atendimento e aperfeiçoamento de seus funcionários na solução de problemas dentro da operadora ficando assim longe do índice das operadoras mais reclamadas no PROCOM.

 

Ela vem buscando melhorias e inovando para que o consumidor conheça de fato a operadora que está pronta para servi-lo podendo fidelizá-lo não pelo valor das tarifas e serviços oferecidos mas pelo prazer de servir e dar suporte de qualidade aquele a quem sustenta, você amigo consumidor. Essa operadora se preocupa com você.

 

 

Comentário de Alex Paulo G Souza

Acredito que a Vivo pode melhorar ainda mais o resultado que vem mostrando, principalmente da forma que vem fazendo, foco total na qualidade do atendimento, existe uma preocupação enorme com o cliente, qualidade nas altas, transparência e o que é mais importante, responsabilidade e os números indicam o crescimento no Estado do Amapá.

 

Parabéns continuem com o excelente trabalho que vocês vem realizando.

 

 

Comentário de Charles Dias

A qualidade do serviço tem fator preponderante dentro desse mercado cada vez mais exigente.

 

Queremos sim que todas as operadoras pensem assim. Por isso a VIVO vem se destacando nesse cenário onde o CLIENTE é que opina comprando ou não serviços de determinadas operadoras.

 

 

Comentário de Cezar Freitas

De fato vinha percebendo forte presença da Vivo nos veículos de mídia em Minas Gerais, no entando, desde Novembro/2009 a Claro e a TIM tem demonstrado forte tendência de recuperação. Já a Oi parece ter estagnado com atenções voltadas para outros mercados.

 

O lançamento de uma promoção agressiva juntamente com a liberação de recargas de menor valor tem atraído a atenção do consumidor mineiro para a Claro. Em qualquer estabelecimento que se entra (mesmo em cidades pequenas) encontra-se peças da Claro contrapondo a Vivo.

 

Em 2010 a briga em MG será boa!

 

 

Comentário de Leonardo Meneses

Não considero interessante levantar bandeira para nenhuma operadora. O que vejo, como ex-usuário Vivo, é que ela já compreendeu que para manter seus clientes principalmente em um mercado que teoricamente todas oferecem os mesmos serviços é investir em qualidade para manter cancelamento baixos e adições altas.

 

Na Claro também há um movimento no sentido da qualidade, de acordo, com João Cox o presidente da Empresa que a pouco li uma reportagem do mesmo informando que não estava incentivando a aquisição do 3G da Claro, pois o serviço está funcionando no seu limite, isso demonstra preocupação com o funcionamento e com a qualidade.

 

A OI em São Paulo emplacou com a promoção do Ligador e planos pós pagos agressivos - uma amiga comentou ter adquirido um OI em um plano de R$ 8,00 com 60 minutos para qualquer operadora e 1000 para OI e FIXO. Até hoje não acredito que exista um plano assim.

 

Já a TIM está trabalhando seus planos Liberty e Infinity com ligações a lá Nextel rs (ilimitadas) para conquistar novos clientes. Porém, cada vez mais o cenário que se vê é o ganho de receita com dados, visto o crescimento vertiginoso dos clientes 3G.

 

Por fim utilizarei o exemplo da pequenina Nextel com seus 2,5 milhões de clientes. Ela já deixou bem claro que não está interessada em demanda, ou seja, competir com as quatro grandes operadoras, mas sim em qualidade.

 

Tanto que a operadora do mercado corporativo tem os cliente mais fieis, com churn (cancelamentos) de aproximadamente 1,5% e é a operadora mais rentável com um ARPU (Receita média por usuário) de R$ 125,00 enquanto as grandes estão com valores próximos a R$ 25,00.

 

Essa discrepância pode ser explicada talvez pelo fato de que Nextel para o público corporativo ser considerada sinônimo de qualidade - ela é indicada por grandes empresas como Casas Bahia, Rede Globo, Grupo Pão de Açúcar entre outros.

 

Loading
CONSULTORIA TELECO

Inteligência em Telecom

Estudos e Base de Dados

Relatórios

Celular Brasil 2016

Telecom e Capex

Venda de Planilhas

Dados históricos do Mercado Brasileiro

Workshops

Regulamentação
10 de Maio

Internet das Coisas
30 de Maio

Market Update

Mais Produtos

 
 

EVENTOS

Workshop Regulamentação

Organizador: Teleco
10 de maio

Workshop de Internet das Coisas

Organizador: Teleco
30 de maio

Mais Eventos

LIVROS

 




 

 


Siga o Teleco

linkedin

 

...