Seção: Comentários Teleco

17/01/10


Brasil deve ultrapassar os 100 cel/100 hab. em 2010

 

O Brasil terminou 2009 com uma densidade de 90,6 cel/100 hab.(dados preliminares da Anatel) e deve ultrapassar a marca de 100 cel/100 hab. em 2010.

 

 

 

 

As adições líquidas de 23 milhões de celulares em 2009 só foram inferiores às de 2008.

 

 

O crescimento poderia ter sido maior em 2009 não fosse a crise financeira mundial e a limpeza de base de 1 milhão de celulares promovida pela Tim no início do ano.

 

As adições líquidas mensais de 2009 superaram 2008, apenas nos meses de maio, julho e dezembro.

 

Mas como será 2010?

 

O fato das adições líquidas de Dez/09 terem superado as de Dez/08, quando já se sentia os efeitos da crise, é um sinal de que ela não deve afetar o crescimento do celular em 2010.

 

O mercado brasileiro de celular continua competitivo com 4 operadores disputando o mercado em todo Brasil.

 

Diante deste cenário a Teleco estima que o Brasil termine 2010 com 200 milhões de celulares, com adições líquidas de 26 milhões de celulares e um crescimento de 15% no ano.

 

 

O Brasil passará a fazer parte em 2010 do um grupo dos países com densidade de mais 100 cel/100 hab. Fazem parte deste grupo cerca de 1/3 dos países do mundo inclusive Argentina, Chile, Venezuela e Uruguai na América do Sul.

 

Neste cenário a maior parte das adições brutas das operadoras vem de outras operadoras, o que reforça a importância do controle do churn e de estratégias diferenciadas como a oferta de banda larga móvel (3G) e os operadores móveis virtuais (MVNOs).

 

 

Diante deste quadro pergunta-se:

  • Qual será o crescimento do celular em 2010? Você concorda com as projeções da Teleco?
  • A introdução de um novo competidor com o leilão da Banda H para 3G pode influenciar o crescimento do celular em 2010?
  • As operadoras irão manter em 2010 as mesmas estratégias de 2009?

  • Os MVNOs começarão a operar no Brasil em 2010?

Comente!

Para enviar sua opinião para publicação como comentário a esta matéria para nosso site, clique aqui!

 

Nota: As informações expressadas nos artigos publicados nesta seção são de responsabilidade exclusiva do autor.

 

 

Comentário de Fellippe Navega Ripoll

Acredito que um novo competidor 3G vai estimular a concorrência e puxar o preço do serviço para baixo, tal como ocorreu no mercado de tv por assinatura.

 

Os preços da tecnologia 3G ainda são muito elevados. A diminuição do preço possibilita maior inclusão tecnológica e, consequentemente, maior ganho de escala para as operadoras.

 

 

Workshop Celular Market Update

 

 

Loading
CONSULTORIA TELECO

Inteligência em Telecom

Estudos e Base de Dados

Relatórios

Celular Brasil 2016

Telecom e Capex

Venda de Planilhas

Dados históricos do Mercado Brasileiro

Workshops

Internet das Coisas
27 de Junho

Market Update

Regulamentação

Mais Produtos

 
 

EVENTOS

Workshop de Internet das Coisas

Organizador: Teleco
27 de junho

Mais Eventos

LIVROS

 




 

 


Siga o Teleco

linkedin

 

...