Seção: Comentários Teleco

 03/10/2010


Vivo amplia a liderança no mercado de pós-pago

 

O Brasil é o 5º mercado de celular do mundo, o que tem atraído operadoras e fornecedores globais em busca de mercados em expansão.

 

 

No entanto, o mercado brasileiro é composto na sua maior parte de celulares pré-pagos (82%) e usuários com baixo poder aquisitivo, o que dificulta o consumo de serviços de valor adicionado. O consumo neste segmento exige estratégias diferenciadas como as que são utilizadas hoje pelas operadoras na venda de serviços de voz.

 

O que muitas vezes passa desapercebido é o tamanho do mercado do pós-pago no Brasil que atingiu 33,7 milhões de celulares em Ago/10. Trata-se de um mercado maior que o da Venezuela (28 milhões), Canadá (22 milhões) e mais que o dobro de Portugal (16 milhões). Com os 30,4 milhões de pós-pago de 2009, o Brasil do pós ocuparia a 31ª colocação entre os países com mais celulares do mundo no rankig da UIT.

 

 

 

 

A Vivo é a operadora que está melhor posicionada neste mercado tendo conquistado 62,6% das adições líquidas do pós-pago no acumulado do ano (Jan-Ago/10).

 

 

 

 

 

Com este resultado o market share de pós-pago da Vivo cresceu de 32,2% em Dez/09 para 35,3% em Ago/10. Claro e Oi perderam market share neste período, enquanto Tim se manteve estável.

 

 

 

 

A liderança em qualidade de serviço e 3G tem contribuído para que a Vivo alcance este resultado. Parte destes novos usuários de pós-pago possui modems 3G com planos de dados. Este crescimento no pós deve confirmar a liderança em ARPU da Vivo no 3T10, alavancada pelo crescimento da receita de dados.

 

 

Nota: Claro não divulga receita de dados.

 

Cabe ainda mencionar que o mercado de pós-pago é ainda disputado pela Nextel que possuía 2,9 milhões de acessos no 2T09 e acumulou adições líquidas de 385 mil acessos nos primeiros 6 meses do ano.

 

 

Diante deste cenário pergunta-se:

  • A Vivo vai continuar ampliando o seu market share no pós-pago?

  • E as outras operadoras? Quando irão reagir?
  • Qual o papel da 3G no mercado de pós-pago?
  • Qual o peso do segmento corporativo no mercado de pós-pago?
  • A adoção de MVNOs influenciará o market share de pós-pagos? Como?

  • E o leilão da banda H?

Comente!

Para enviar sua opinião para publicação como comentário a esta matéria para nosso site, clique aqui!

 

Nota: As informações expressadas nos artigos publicados nesta seção são de responsabilidade exclusiva do autor.

 

 

Comentário de Rogerio Pires

Acredito que o mercado de Telecom nacional começa a sentir os efeitos do "bom" trabalho realizado em rede pela Vivo (não sei se isso se confirma em nível nacional), mas acredito que em sua maioria sim.

 

Outro destaque e grande vedete do momento a meu ver, é a TIM que trouxe de fora (sim, pois sei que na Dinamarca e em outros países da Europa) esse sistema de se cobrar por "chamada" e não mais o "minuto" já é utilizado a tempos e espero sinceramente que tenha vindo pra ficar!

 

Espero que não seja uma oferta momentânea e que o pessoal da TIM esteja trabalhando efetivamente para se consolidar com qualidade no mercado, tornando-se assim um player com diferencial; acredito que a estratégia de se consolidar primeiramente no 2G (priorizando voz) e agora mais efetivamente o 3G (internet via celular a 0,50 c entavos) foi uma excelente estratégia. As demais até agora não mostraram reação, sito Claro e Oi.

 

Sou cliente da Claro aqui em MG e ao menos a rede funciona bem, mas estou insatisfeito com os valores que pago pela franquia de 300 min. (sem vantagem alguma a não ser de min. de Claro p/ Claro) e se penso em viajar e falar ao celular, posso prepagar, pois a conta aumenta substancialmente. Vou observar o mercado e verificar a qualidade da TIM, se continuar assim, estou bem tentado a migrar quando do vencimento da minha fidelidade.

 

Fim de ano chegando, vamos ver o que vem por aí, mas acredito que nós brasileiros, queremos muito mais do que simplesmente "celular", queremos nos comunicar a tempo e a hora, com qualidade e economia.

 

 

Loading

EVENTOS

Mais Eventos

 

 


Siga o Teleco

linkedin

 

...