Seção: Comentários Teleco

 05/11/2011


A TIM foi a única operadora a ganhar market share em 2011

 

A TIM foi a única operadora a ganhar market share em nos primeiros nove meses de 2011. Seu market share passou de 25,14% em 2010 para 26,04% no terceiro trimestre de 2011 (3T11).

 

Fonte: Anatel.

 

Ela liderou o crescimento do celular no Brasil nos 9 primeiros meses do ano, com adições líquidas de 8,2 milhões de celulares.

 

 

 

 

A TIM terminou o 3T11 com 59,2 milhões de celulares, crescimento de 26,1% em relação ao 3T10.

 

A TIM está demonstrando que é possível conciliar ofertas agressivas e inovadoras, como o plano "Infinity", que levam ao crescimento da base e ganho de market share com bons resultados econômico financeiros.

 

 

A operadora apresentou lucro líquido de R$ 880 milhões e margem EBITDA de 26,9% no acumulado dos nove primeiros meses do ano. A receita bruta neste período cresceu 21,8% em relação a igual período de 2010.

 

 

 

Venda de aparelhos (72,2%), dados (38,1%) e longa distância (33,8%) apresentaram o maior crescimento de receita neste período.

 

A TIM retirou o subsídio do preço de aparelhos e aumentou as vendas que atingiram R$ 711 milhões no 3T11.

 

A receita de longa distância da TIM (R$ 829 milhões no 3T11) está próxima da receita da Embratel e da Oi neste segmento (R$ 1,1 bilhão no 3T11).

 

Já o crescimento da receita de dados (38,1%), apesar de significativo, não foi suficiente para levar a receita de dados para um patamar superior a 20% da receita de serviços.

 

 

 

 

Voz móvel, interconexão e longa distância representam 69,1% da receita da TIM e a tendência mundial é de queda destas receitas com a competição. A receita de interconexão, por exemplo. deve cair em 2012 com a redução estabelecida para a VUM pela Anatel.

 

 

 

Uma das apostas da TIM para continuar crescendo é a compra da AES Atimus, que possui uma extensa rede de fibra óptica nas regiões metropolitanas de São Paulo e do Rio de Janeiro. A operadora pretende melhorar a qualidade de sua banda larga móvel (3G) conectando suas ERBs com fibra e lançar em 2012 uma oferta de banda larga fixa residencial com velocidades superiores a 10 Mbps nestas regiões.

 

Diante deste cenário pergunta-se:

  • A TIM vai liderar o crescimento do celular no Brasil no último trimestre de 2011?
  • A TIM vai conseguir manter um crescimento de dois dígitos para a sua receita em 2012?

  • A TIM está preparada para enfrentar os Grupos da América Móvil, Oi e Telefônica que estão integrando suas operações fixas e móveis?
  • A Tim vai superar a Vivo em market share de pré-pago? Quando?

Comente!

Para enviar sua opinião para publicação como comentário a esta matéria para nosso site, clique aqui!

 

Nota: As informações expressadas nos artigos publicados nesta seção são de responsabilidade exclusiva do autor.

 

 

 

 

Loading
CONSULTORIA TELECO

Inteligência em Telecom

Estudos e Base de Dados

Relatórios

Celular Brasil 2016

Telecom e Capex

Venda de Planilhas

Dados históricos do Mercado Brasileiro

Workshops

Internet das Coisas
27 de Junho

Market Update

Regulamentação

Mais Produtos

 
 

EVENTOS

Workshop de Internet das Coisas

Organizador: Teleco
27 de junho

Mais Eventos

LIVROS

 




 

 


Siga o Teleco

linkedin

 

...