Seção: Comentários Teleco

09/09/2012


GVT e Net lideram em velocidade de acesso de Banda Larga Fixa

 

 

A Oi é a líder em acessos Banda Larga Fixa no Brasil com 5,3 milhões de acessos no 1º Semestre de 2012 (1S12), seguida pela Net (4,9 milhões), Telefônica/Vivo (3,7 milhões) e GVT (1,8 milhões).

 

A GVT é a líder em acessos banda larga fixa com velocidades maiores que 12 Mbps e a Net nos acessos com velocidades entre 2 e 12 Mbps.

 

A maior parte dos acessos banda larga fixa com velocidades menores que 2 Mbps são da Oi e da Telefônica/Vivo.

PUBLICIDADE

 

Fonte: Anatel e Teleco.

 

 

A GVT é a operadora em que os acessos banda larga fixa possuem mais velocidade. Têm velocidade maior que 2 Mbps, 98,5% dos acessos da GVT, 53,5% da Net, 30,2% da Oi e 15,1% da Telefônica/Vivo.

 

 

 

Esta é uma das razões para Net e GVT estarem ganhando market share, enquanto Oi e Telefônica/Vivo estão perdendo.

 

 

 

A predominância de acessos com velocidades menores que 2 Mbps na Telefônica/Vivo e Oi é decorrente das limitações da tecnologia (xDSL) utilizada por estas operadoras. O xDSL apresenta limitações de velocidade à medida que a distância entre a central e o assinante aumenta.

 

Para contornar este problema a GVT adotou uma arquitetura de rede em que a fibra chega até um armário de distribuição no bairro (Fiber to The Curb) e o "par de cobre" é utilizado apenas nos últimos 500 metros. Solução semelhante está sendo adotada pela TIM Fiber.

 

 

 

 

 

A Net, por sua vez, adota uma arquitetura HFC em que a fibra chega também perto dos assinantes e o cabo coaxial é utilizado nos últimos metros.

 

Telefônica e Oi anunciaram a adoção de uma arquitetura de rede de acesso de alta velocidade em que a fibra vai até a residência (FTTH). Esta é a melhor solução pois facilita o upgrade para velocidades mais altas, que serão necessárias no futuro. O problema é que o custo é mais alto do que a solução adotada por GVT e Net, o que faz com que o FTTH esteja disponível para uma pequena parcela dos clientes destas operadoras. A rede FFTH da Telefônica/Vivo, por exemplo, possuía apenas 89 mil clientes no 2T12.

 

Enquanto persistir esta diferença em velocidades será difícil para Oi e Telefônica/Vivo competirem com GVT e Net nas áreas em que elas estão presentes. A GVT oferece banda larga fixa em 135 cidades e a NET em122.

 

A perda é ainda maior para Oi e Telefônica/Vivo pois além da banda larga fixa acabam também perdendo a receita da telefonia fixa deste cliente que migra para o combo da Net ou da GVT.

 

 

Diante deste quadro pergunta-se:

  • O que Oi e Telefônica/Vivo irão fazer para competir com Net e GVT?
  • A Net vai ultrapassar a Oi e se tornar a líder em market share de banda larga fixa no Brasil?
  • Como uma possível venda da GVT altera este quadro?

 

 

Comente!

Para enviar sua opinião para publicação como comentário a esta matéria para nosso site, clique aqui!

 

Nota: As informações expressadas nos artigos publicados nesta seção são de responsabilidade exclusiva do autor.

 

 

 

 

Workshop

 

 

Loading

EVENTOS

Mais Eventos

 

 


Siga o Teleco

linkedin

 

...