Seção: Comentários Teleco

15/06/2013


A Receita de Telecom no Brasil vai continuar crescendo?

A receita líquida das operadoras de telecom no Brasil cresceu 5,3% em 2012, mais que o IST (4,87%) mas menos que o IGP-DI (8,1%) e que o IPCA (5,8%).

 

O resultado é melhor que o das operadoras da Europa, que tem apresentado crescimento negativo na receita. As variações na taxa de cambio podem, no entanto, tornar negativos nos respectivos grupos o crescimento positivo da receita das operações brasileiras.

PUBLICIDADE

 

 

 

A receita líquida de voz (fixa e móvel), que representava 59,7% da receita líquida das operadoras em 2012, apresentou queda de 2,3% neste ano, puxada pela queda da receita de voz fixa .

 

 

A queda na receita de voz fixa (-8,2%) seguiu a tendência observada desde 2009. O crescimento da receita de voz móvel está menos acentuado (+2,8% em 2012) e a tendência é de crescimento negativo nos próximos anos.

 

 

É importante para as operadoras que a queda na receita de voz seja compensada com o crescimento da receita com outros serviços, principalmente banda larga (fixa e móvel).

 

 

 

Banda larga é o único serviço em que as operadoras de telecom não enfrentam concorrência de players "Over The Top" (OTT) . Skype, Whats'up e Viber são exemplos de serviços que capturam parte da receita de voz e de SMS. A Netflix, por sua vez, fica com parte da receita extra de TV por Assinatura.

 

Neste cenário, é fundamental para as operadoras de telecom no Brasil investir na construção de uma infraestrutura de banda larga de alta velocidade (FTTX e 3G/4G), assegurar uma parcela significativa das receitas de voz na transição para o VOIP e apostar seletivamente na oferta de serviços de valor adicionado como Cloud, Casa Conectada ou Saúde.

 

 

Diante deste cenário pergunta-se:

  • Qual Grupo de Telecom no Brasil está mais bem posicionado para este cenário de mudança do mix de receitas?
  • Qual será o crescimento da receita das operadoras em 2013?
  • A receita de voz móvel irá se manter em 2013?
  • Qual será o impacto das mudanças na receita total e na margem das empresas? 
  • Qual a tendência dos investimentos das operadoras?

 

 

Comente!

 

Nota: Os comentários não representam a opinião do portal Teleco; sendo de responsabilidade do autor da mensagem.

         Comentários ofensivos poderão ser excluídos e o autor da mensagem banido.

 

 

 

Loading
CONSULTORIA TELECO

Inteligência em Telecom

Estudos e Base de Dados

Relatórios

Celular Brasil 2016

Telecom e Capex

Venda de Planilhas

Dados históricos do Mercado Brasileiro

Workshops

Market Update

04 de Abril

Regulamentação de Telecom

Mais Produtos

 
 

EVENTOS

Workshop Teleco Market Update 2016

Organizador: Teleco
4 de abril

IoT BRASIL SUMMIT 2017

Organizador: Telesemana/Teleco
5 de abril

Mais Eventos

LIVROS

 




 

 


Siga o Teleco

linkedin

 

...